Principal

 

 

OS PRINCIPAIS DEUSES E DEUSAS DA LUSITÂNIA

PANTEÃO LUSITANO:

Os três Deuses principais nacionais (incluindo o par divino Arencio-Arencia) dos Lusitanos são:

ARENCIA (ARENTIA, ARANTIA, ARENGIA) – Deusa guerreira Lusitana, ela representa a vitória dos que lutam pelo seu povo. Ela é a esposa de Arencio, e é representada por uma égua.

ARENCIO (ARENGIOTANGINAECO, ARENTIO, ARENTIUS, ARANTIO) – Deus da Guerra e nacional dos Lusitanos. Representa a força. Juntamente com sua esposa a Deusa Arencia formam o par divino principal dos Lusitanos.

QUANGEIO (QUANGEIUS, KUANIKIO)– Deus criador, da fertilidade, dos campos e protector dos animais. É o terceiro Deus mais importante do Panteão nacional dos Lusitanos

TREBARUNA (TREBARUNIS, TREBARUNE, TRIBORUNIS, TRIBORUNNI, TRIBARONA) – Deusa Guerreira e Protectora dos heróis, é também a Protectora da propriedade, do Lar e das Famílias. É a divindade feminina mais importante do Panteão Lusitano, casada com Brigo, é a deusa lunar e do destino. Tem várias naturezas.


As três Divindades principais supranacionais (incluindo suas diferentes manifestações) Lusitanas e Galaicas são:

BANDABRIALEACUS (BANDE BRIALEAKUS, BRIELAICUI) - Outra manifestação da divindade Banda, trata-se do deus da educação guerreira.

BANDERAEICUS - É uma outra adoração do deus Bandua.

BANDIOILENAICO - É uma outra manifestação do deus Bandue no norte da Lusitânia.

BANDOGA (BANDONGA) - É uma divindade importante no norte da Lusitânia. É o carácter feminino da divindade, é a protectora da tribo e da família, quem ordena e faz as leis.

BANDUA (BANDUE, BANDUJE) – Este seu carácter de Deus masculino, é o protector dos territórios e das localidades. Ele é quem ordena e faz por cumprir as leis tradicionais estabelecidas.

BANDUEAETOBRIGUS - É mais uma outra natureza do Deus Bandue.

BANDUS (BANDI, BANDE, BANDA, BAND) – É uma divindade importante venerada pelas tribos da federação Galaica no norte da Lusitânia. É esta divindade quem ordena e faz as leis.

NABIA (NABICA, NAVIA, NABIAE, NAVIAE) – Deusa mais importante no norte da Lusitânia. É uma Deusa fertilizadora da Natureza, da renovação, das águas, fontes e rios, assim como dos bosques. Está casada com o Deus Coronus.

REVA (REAE, REUA, REA, REVE AHARÁCUI)– É uma manifestação feminina do deus REVE. O seu carácter Feminino é Reua, o seu carácter masculino é Reue. Tanto personifica a Mãe deusa da vida e da morte como protege os homens e é o protector dos mundos.

REVE (REUS, REVS, REUE, RAUUE, REO)– É a divindade mais importante de todo o Panteão supranacional Galaico-Lusitano original. Ele personifica, como o Grande Espírito masculino da Natureza que protege os homens e os mundos.


As divindades multinacionais secundárias mais importantes da Lusitânia são:

ACTIUS- É um dos um dos deuses menores da Lusitânia.

ALBUCELAINCUS- É uma divindade local menor venerada no coração da Lusitânia profunda.

ARATIBRO (ARATIBRUS)- É um deus menor adorado pelos lusitanos.

ATURRO (ATURRUS)- Deus dos mundos subterrâneos, venerado na Lusitânia.

BESENCLA- É uma divindade menor adorada na Lusitânia.

BRIGO (BRIGUS)– Deus da Criação. É um Deus protector e fomentador da civilização humana. É o destruidor do caos, das trevas e do inferno, está ligado à criação do Cosmo. É o símbolo da vitória do homem racial sobre a natureza selvagem. Ele representa a ordem, a estabilidade e a felecidade. Os cristãos adoptaram-no como S. Miguel que vence o dragão. É o esposo de Trebaruna.

CORONO (CORO, CORONUS)– Deus cornudo coroado nos mundos subterrâneos, está ligado à guerra e à morte. Muitas vezes representado por um cavalo. É o esposo da Deusa Navia. Adorado pelos Calaicos.

COSSUE (COSUS, COSO, COSUE) – Deus guerreiro e marcial equivalente ao Consus Martiano romano, adorado pelos Lusitanos.

COSUNEA –Deusa marcial e guerreira, ela é a esposa do Deus Cosus. Divindade da tribo dos Fiduena.

CUSUNENEAECUS (CUSUNENEOECUS) - Deus guerreiro venerado pelos Calaicos.


As divindades mais importantes dos Célticos e Cempsi da Lusitânia são:

ANDOVELICO – Manifestação celestial ou evolutiva solar do Deus supremo curandeiro e dos céus Endovélico. Representa o bem e está relacionado com os elementos ar e fogo.

ATAEGINA (ATAECINA, ATTAEGINA, ATAEGINAE, ATTEGINA, ATACINA, ATTAECINA, ADDAECINA, ADAEGINA, ADEGINA, ADECINA, ATEGINA) – Deusa mais importante do sul da Lusitânia, Ela é a Renascida. É uma Deusa Mãe Tripla: da Natureza, da Cura e Infernal. Como Deusa da fertilidade é aquela que desaparece no submundo para depois renascer e dar os frutos da terra de onde brota a vida. Assim acompanha os ciclos da vida e como padroeira dos campos estimula a produção e o progresso; após o crescimento, desenvolvimento, morte e ressurreição. Era-lhe também dedicado um culto de invocação, antigamente através de certas fórmulas, invocavam-se divindades para prejudicar alguém. Equivalente à Proserpina romana. Tem várias naturezas.

ATTEDIA - Deusa do gado e da natureza a quem se faziam ritos sacrificiais.

BROENEIA (BROENEIAE, BROENEA) - Divindade adorada pelos lusitanos célticos do sul.

CARIA - Deusa dos Lusitanos celtas.

ENDOVELICO (ENDOVELLICO, INDOVELLICUS) – Deus mais importante em todo o sul da Lusitânia. Ou pelo menos, a sul do rio Tejo. É o Deus curador ligado aos milagres e à fé, assim como da medicina, saúde, da terra e da natureza, mas também é um deus do mundo subterrâneo e protector da vida após a morte. Daí o denominarem de O Oculto. É o deus da sabedoria e o génio da montanha. Chamam-lhe O Muito Bom. Também foi adoptado pelos cristãos como o arcanjo São Gabriel padroeiro de Portugal. Tem diferentes naturezas e manifestações. Muitas vezes representado por um javali, outras manifestações sugerem uma pomba.

ENOBOLICO (INDIBILIS)– Manifestação negra original e infernal do Deus lunar Endovélico, senhor do submundo. Está relacionado com os elementos terra e água.

HARACUI (HARACUO, AHARACUI, AHARACUO) - Divindade adorada pelos lusitanos célticos do sul.

HARASE (HARASA) - Divindade adorada pelos celtas Lusitanos.

PANDITI -Deus da cultura e da sabedoria venerado pelos Lusitanos.

TOGAE (TOGA) – Divindade adorada localmente por tribos Célticas e Vetões da Lusitânia.

VASECO – Divindade local venerada por tribos Celtas da Confederação Lusitana.


A divindade étnico-nacional adorada no sul da Lusitânia pelo povo Cónio é:

ELOHIM (ELOHI, ELEL, ELIEL)– O Deus Único e Supremo dos Cónios ou Povo Real, de raça ibero-mediterrânea e de influência fenício-semita.


Outras divindades locais adoradas entre os Lusitanos do Centro são:

AELVA – Deusa venerada nas regiões montanhosas pelas tribos da Lusitânia.

AETIO (AETIUS) – Deus adorado no interior da Lusitânia.

ALVA – Divindade adorada em algumas localidades da Lusitânia.

AMPILVA - Deus dos bosques adorado na Lusitânia.

ANA - A Grande Mãe Universal dos povos mediterrânicos e pré-Indu-germanos, também adorada pelos povos da Lusitânia.

BERECO (BERECC) – Divindade local adorada pela tribo dos Ocelenses.

CORUAE – Divindade adorada pelas tribos montanhesas lusitanas.

CRONISNESI (CRONIENSE) - Uma divindade regional adorada na Lusitânia.

CROUGA (GROUGEA, GROUGEAI, CROUGAE, CROUGEA, CROUGIAI) – Deus adorado por algumas tribos montanhesas do centro da Lusitânia.

ERBINA (ERBINE IAEDI) – Deusa Igaeditana adorada no interior e nos campos da Lusitânia.

ICCONA (ICCONALOIMINA, EPONA) – Deusa guerreira e dos cavalos, muito venerada pelas tribos Lusitanas que vivem nas montanhas ocidentais.

IGAEDO (IGAEDUS, IAEDI)– Deus adorado pelos Lusitanos Igaeditanos.

LAEPO (LABBO, LAEPUS, LAEBO, LAHBO) – Divindade adorada por tribos montanhosas rurais na Lusitânia.

LANEANA – Deusa local adorada na Lusitânia.

LUCUBO (LUGUEI, LUGOVES) - Deus tutelar dos sapateiros e viandantes, adorado por muitas tribos da Lusitânia.

LURU (LURUNI, LURUNIO) – Deus dos infernos ligado aos cultos ctónicos. Deus da morte que liberta os vivos do seu corpo, no sentido da orientação e de procura a luz atravessando as trevas e o caos, é também um Deus dos viajantes, dos caminhos, das águas, da caça e dos comerciantes. Como divindade que nasce da terra é o símbolo da imortalidade que desafia o poder dos deuses tutelares como Banda e Brigo.

MUNIS (NIMIDIS, NIMMEDUS, NUMIDI, MUNIDIS, MUNIDI, NUMINI ) – Deusa agrária adorada por tribos locais Lusitanas.

MUNITIE (MUNITIA, MUNICIA) - Divindade agrária dos lusitanos.

PAISICAICO (PAISICAICUS) – Deus local adorado por algumas tribos da Lusitânia.

PEINTICIS – Divindade local adorada por tribos Lusitanas.

QUANGEIUS (QUANGEIO) - Uma divindade menor da Lusitânia.

REGONI – Deus local adorado por tribos lusitanas.

REMETIBUS – Divindade local venerada por tribos lusitanas.

RONCO (RONCOE, RONGO) - Divindade da juventude do norte da Lusitânia.

SALAMA – Divindade adorada pelas tribos montanhosas Lancienses da Lusitânia.

SALAMATI – Deus adorado na parte oriental (hoje na Extremadura espanhola) da Lusitânia.

SALQIU – Deus guerreiro da morte e dos mundos inferiores venerado pelos povos Lusitanos.

SENIO - Divindade local venerada por tribos Lusitanas.

SULAE - Divindade adorada pelos Lusitanos do norte.

TABUDICO – Divindade local venerada por tribos Lusitanas.

TENCOPALA - Divindade adorada por algumas tribos Lusitanas.

TREBOPALA – Deusa adorada localmente por algumas tribo. É a protectora das comunidades

TUERAEU (ARES TERAEU, BANDEVÉLUGO TOIRAECO) - Deus lusitano dos Paésuros.

URGO - Deus adorado na Lusitânia.

VORDO (VORDUS, VORDIUS) – Deus do trovão, das trovoadas e tempestades, e salutífero adorado pelos Lusitanos nas zonas rurais.


As Divindades Lusitanas veneradas também por povos Hispânicos:

ASITRITA – Deusa agrária da tribo Caluri Lusitana adorada localmente na região fronteiriça com povos hispânicos.

BARRAECA (REVABARAECUS, ANABARAECO) - Divindade adorada pelos Lusitanos.

CANDAMIUS (CANDAMIO, CANDAMO) - Deus de origem Celta. Ligado aos povos das montanhas.

DOVANCEIOS - Deus local adorado na Lusitânia fronteiriça.

EDOVIO – Deus adorado na Celtibéria hispânica.

LACIPAEA – Deusa venerada por tribos lusitanas na parte oriental da Lusitânia (hoje na Extremadura espanhola).

MOELIO - Deus Lusitano venerado na Extremadura espanhola.

OIPAINGIA (OIPAINCIA, OIPAENGIA, DIPAINCIA, DIPAINCIAE) – Deusa da tribo Tapori Lusitana venerada localmente por tribos hispânicas da região fronteiriça.

TOGA – Deusa da tribo Lanciense dos Lusitanos adorada localmente por tribos hispânicas.

TRITIAECIUS – Deus da tribo dos Caluri Lusitanos, adorada localmente por povos hispânicos que habitam na região fronteiriça.


As Divindades adoradas na Galécia no norte da Lusitânia são:

ABIAFELAESURRAECUS - Divindade venerada pelos Calaicos de Bracara.

ABNE (ABNA) – Divindade adorada localmente pelos Calaicos.

AEGIAMUNNIAEGUS - Divindade venerada pelos Calaicos de Bracara.

AERNO (AERNUS)– Deus poderoso do norte da Lusitânia. É o Deus do Tempo e das Tempestades e principalmente é o Senhor dos ventos do norte.

ALBOCO – Deus adorado localmente nn norte da Lusitânia pelos Calaicos.

ALBUCELUS - Deus dos Vaccei.

AMEIPICER - Divindade adorada pelos Calaicos de Bracara.

AMBIEICRI – Divindade adorada localmente pelas tribos Calaicas.

AMBIOREBI – Divindade adorada localmente pelas tribos Calaicas.

ANTISCREUS – Divindade adorada pelos Lusitanos.

ARUS (ARO)– Deus Lusitano da guerra equivalente ao Ares romano.

ASSECO (ASSAECUS, ASEDDIAGUS, KASSAECUS)- Deus adorado localmente por tribos lusitanas.

BMERVASECUS - Deus venerado pelos Calaicos.

BORMANIA – Deusa aquática das termas e fontes, ela está relacionada com o deus Bormanico.

BORMANICO (BORMO, BORMANICUS) – Deus tutelar das águas termais. Está ligado às águas, ao dilúvio, à catástrofe e à morte. As águas possuem a virtude da purificação, do renascimento e da revelação. É uma divindade do oceano primordial. adorado perto de Guimarães.

BURI (BURICI)– Divindade dos lares lusitanos, venerada localmente.

CABAR – Deus local Lusitano adorado pela Aristrocacia.

CABUNIAEGENIS - Divindade adorada pelos Calaicos de Bracara.

CAEPUS – Divindade adorada localmente por algumas tribos lusas do norte.

CALAICIA – Deusa muito adorada localmente no norte da Galécia pelas tribos Calaicas.

CANDEBERO (CANDEBERONIO) – Divindade adorada localmente pelos Lusitanos.

CARIOCECO (CARIOCIECO, CARIOCECUS) – Deus Lusitano da Guerra, da caça, dos animais, dos mistérios e do futuro. Bodes, cavalos e prisioneiros eram muitas vezes sacrificados a este Deus.

CARO (CARUS, CARIO, CARIECO, CARIENSE) – Deus guerreiro local Lusitano, equivalente a Marte romano.

CASAICO (KASSAECO) – Deus adorado localmente pelos Lusitanos.

CASTAECIS (CASTAECAE)– Divindade local associada às Ninfas do norte da Lusitânia.

CAULECES - Divindade venerada pelos Calaicos.

CERENAECIS – Divindade adorada por algumas tribos Lusitanas.

COHUE – Deus Celta venerado no norte da confederação Calaica por tribos de origem Celta.

COSUNEA - Deusa adorada pelos Calaicos.

CUSICELENSES - Deus venerado pelos Calaicos.

CUSUNENEOECUS (CUSUS NEMEDECUS) - Deus venerado pelas tribos Calaicas.

DEBARONI – Divindade adorada localmente por algumas tribos da Confederação Calaica.

DENSO – Divindade adorada localmente pelos Calaicos.

DERCETIUS (DISTERCIO)- Divindade da montanha adorada em Bracara pelos Calaicos.

DOMAECO – Divindade venerada localmente por tribos Calaicas.

DOVANCIUS – Divindade adorada localmente por tribos lusitanas.

DURBEDICO (DURBEDICUS, DURBEICUS) – Deus ligado a cultos aquáticos. É uma divindade dos rios, lagos e fontes, assim como do tempo e da chuva.

DURI (DURIUS) – Deus aquático e dos rios adorado por algumas tribos no norte da Lusitânia.

IBIDONE – Divindade adorada localmente por tribos Lusas.

ISSIBAEO – Divindade local adorada por tribos Lusitanas.

LAPITAE (LAPITA) - Divindades local das tribos autóctones da Calécia.

LARIBUS (DIS LARIBUS) - Deusa venerado pelos povos da Calácia.

LAROUCO (LAROUCUS, LARAUCUS, LARAUKO) – Deus Máximo e montanhoso adorado no norte por algumas tribos de Calaicos.

LONGOBRIGU - Deus adorado no norte da Lusitânia pelos Calaicos.

MACARIO (MACARIUS, MAGARIO) – Deus da nutrição e protector da natureza. Está ligado também aos ciclos das estações, principalmente do Verão. Na mitologia Lusitana é também um Deus naturalista da caça, da beleza e da fertilidade; é uma divindade instintiva e ciumenta; o Padroeiro dos casamentos, dos jovens e dos viajantes. Equivalente a Apólo.

MANIBUS (DIBUS MANIBUS) - Deus infernal adorado pelos Calaicos do norte.

MARANDICO (MARANDICUS)– Deus máximo e montanhoso adorado por algumas tribos de Calaicos.

MIROBIEO (MIROBIEUS, MIROBICO) – Divindade adorada por tribos Lusitanas do centro.

NAOVICO (NAUVICO, NAO-VICO, NAWIKO) - Divindade adorada no norte.

NENEOECUS (NEMEDECUS) - Divindade adorada pelos Calaicos.

NETACI - Divindade adorada pelas tribos Calaicas.

OCAERE – Divindade adorada localmente por tribos Lusitanas.

PARAMECO (PARAMO) – Deus adorado localmente por tribos Calaicas.

PICIO – Deus local venerado por tribos Lusitanas.

ROUDEAKUS - Deus adorado no norte da Lusitânia.

SAUR - Divindade adorada na Calécia.

SENAICO – Deus local venerado por tribos Calaicas.

TAMEOBRIGO (TAMEOBRIGUS) – Deus poderoso, protector dos doentes e acompanhante dos defundos. Também é adorado como um Deus guerreiro da guerra, da caça e das florestas dos Calaicos.

TELLUS (TELLO) - O espírito terrestre dos antigos povos galaicos.

TONGOENABIAGO (TONGE, TONGO, TONGENABIAGO, TONGOENABIACO, TONGAE, TONGOENABIAGUS, TONGOE NABIAGOI) – Deus dos Brácaros Calaicos, aquático das fontes e dos juramentos que se faziam a ele junto das fontes da sua invocação. É também um Deus fertilizador.

TURIACO (TURIACUS, TURIAGO, COSUS TURIACUS)– Deus muito poderoso venerado no norte da Lusitânia pela tribo dos Gróvios Calaicos. É o Deus do Poder, é o Senhor da Guerra e o Rei do seu Povo adorador.

TUROLICI - Divindade adorada pelas tribos Calaicas.

VISUCEUS – Divindade local venerada na Lusitânia.


As principais Divindades adoradas pelos Túrdulos, Oestrimníos e Saefes do litoral da Lusitânia são:

ARACO (ARACUS, AROCOARANIONICEUS, ARANTONICEO)– Deus menor adorada na zona de Cascais da Lusitânia.

BANDIARBARIAICUS - Divindade venerada na região de Olisipo.

CARNEO (KARNEIOS, CARNEU, CARNEUS) – Deus adorado nas planícies da Lusitânia por povos de origem Celta.

COARANIONICEUS - Deus dos cavalos e do vento, adorado em Olisipo.

CONIUMBRICENSES - Divindade venerada perto de Olisipo deorige Cónia.

ILURBEDA (ILURBEDAE) – Deusa venerada localmente por tribos Celticas da Lusitânia.

LOUCIRI – Divindade adorada localmente no centro da lezíria da Lusitânia.

MANDICEO – Deus adorado localmentre na Estremínia lusa.

MARATIS – Deus guerreiro adorado pelas classes superiores e aristrocráticas, equivalente ao Marte romano..

MERMANDICEO (MERMANDICUS)– Deus menor venerado localmente na região de Sintra.

OCRIMIRAE – Divindade adorada localmente por tribos lusas.

RUNESOCESIO (RUNESUS, RUNOCESIUS)– Deus guerreiro da guerra e dos mistérios venerado pelos Celtas do sul da Lusitânia.


As Divindades de origem estrangeira mais importantes veneradas na Lusitânia são:

AIRON - Deus dos poços e das fontes, adorada nas Terras Lusas.

ANA - Deusa agrária primitiva adorada desde tempos remotos na Ibéria.

AQUIAE – Divindade aquática venerada pelo Lusitanos de origem latina.

BEL – Deus de origem Fenícia adorado pelas classes mercantis da Lusitânia, como Baal ele representa o deus das batalhas, da fertilidade e fecundidade

BERO – Deus de origem Ibérica adorado por algumas tribos Lusas.

BONCONCIO – Deus Herói e Guerreiro. Senhor das vitórias nas Guerras. Os atributos do Deus são particularmente salientados pelos seus devotos.

CAESARICIAECO - Deus venerado na Lusitânia.

CARONTE - Divindade céltica adorada nas Terras Lusas.

CERNUNOS – Deus cornudo guerreiro dos Celtas e da Realeza Lusitana, muito venerado na parte oriental do país.

CYBELE (CIBELES, MATRI DEUM) – Deusa mãe de Origem Oriental (Trácia) muito venerada pelos jovens das cidades Lusitanas.

DEVA (DIVONA) – Deusa adorada por tribos primitivas Lusitanas.

EBURA - Deusa de origem Celta, representada por um Teixo.

EBURUS (EBURO) - Deus céltico venerado no sul da Lusitânia.

EPONA (EPANE) - Deusa de origem Celta.

EQUEUNUBOS - Divindade de origem estrangeira.

ERUDINO - Divindade adorada nas Terras Lusas.

EVEDUTONIO - Deus de origem Astur.

FONTANO (FONTANUS) – Deus ligado às fontes termais.

FROVIDA – Deusa adorada por alguns Lusitanos.

IANA (JANAS, ANAH) – Deusa lunar da caça adorada localmente.

IBERUS - Deus de origem Ibérica dos povos Hispanos.

INOMINATO (INNOMINATO) - Deus adorado por alguns Lusitanos no norte da Mesopotâmia.

IOVEA (IOUEA, IOUEAI, IOVEAI, IOUEAS)– Divindade superior adorada pela Aristrocacia da Lusitânia, equivalente ao Iovia Júpiteriano romano.

ISCALLIS - Deusa de origem Celtibérica.

ISIDI – Divindade Oriental venerada pelos Lusitanos.

LANTARU - Deus aquático venerado na Ibéria, equivalente ao Neptuno Greco-romano.

LIDA – Deusa ligada às estações do ano, principalmente da Primavera.

LUGUS (LUG, LUGU, LUGGONI, LOUGEI, LUCOUBO) – Deus de origem pré-Celta adorado na Galécia pelas tribos da região.

LUZELOS – Deus ferreiro e agrário de origem Celta adorado por algumas populações Lusitanas.

MAGA (MÄGA, MACA, MACHA) - Divindade feminina, Deusa da natureza.

MATRES - Deusa-mãe de origem oriental.

MITRAS (MITHRAS, MITRA) – Divindade Oriental muito venerada pelos Lusos.

NEMESIS – Divindade Oriental venerada pelos Lusitanos do litoral.

NETO (NETON, NEDO, NIDA, NITA) – Deus guerreiro e vingador adorado pelos povos Celtas da Lusitânia. Venerado pelas classses guerreiras. Muitas vezes representado por um lobo.

SALUS (SALFUS) – Deusa aquática e salutífera de origem exterior venerada pelos Lusitanos.

SEGIA – Deusa adorada pela Aristrocacia da Lusitania, equivalente à Seia romana.

SERAPIS (SERAPIDI) – Divindade Egipcia muito venerada pelos Lusitanos das cidades.

TABALIENO - Deus de origem Astur.

TANIRA – Deusa da beleza e das Artes muito venerada entre as Lusitanas das classes mais favorecidas.